Ensinando Economia, Inflação, Política Monetária

Uma mistureba um pouco estranha

 

Mas eu juro que fará sentido na sala de aula!

Começa com um resumo de política monetária restritiva no modelo IS-LM-BP, passa pelas fases da Curva de Phillips e nos leva ao foco da aula que é inconsistência dinâmica e como o regime de metas de inflação pode ser uma resposta a este problema (já discutimos em classe o tema de âncoras nominais e as possibilidades de escolhas, com vantagens e desvantagens de cada tipo, para não dar a impressão de que eu seja uma “inflation target girl”… rsrs…). Não gosto do modo como o Mishkin trata o assunto (pouco formal e espalhado em 2 ou 3 capítulos), por isso juntei uns slides que tinha para tentar mostrar a importância do tema em economia monetária.

Aí vai!

Como sempre, críticas e sugestões são bem-vindas!

.

Cultura Econômica, Ensinando Economia, Mercados Financeiros

Desafio CFA-IRC de avaliação de empresas

 

Este ano, assim como no anterior, acompanho, como orientadora acadêmica, o time da Fearp que participa do Chartered Financial Analyst Institute Research Challenge (CFA-IRC) 2013-2014. A primeira etapa do trabalho foi cumprida: o time já produziu o relatório de avaliação da empresa selecionada e aguarda a classificação dos avaliadores – caso esteja entre os quatro primeiros (há 13 instituições de ensino brasileiras participantes), seguirá para a etapa de apresentação do relatório em que o vencedor brasileiro será escolhido. Há ainda mais uma etapa regional para as Américas, em março próximo, nos Estados Unidos, e a final ocorrerá ainda no primeiro semestre de 2014 na Tailândia.

O time Fearp foi selecionado pelo Clube de Mercado Financeiro, entidade estudantil da casa, que também dá o maior apoio para os trabalhos do grupo!!

É claro que queremos estar entre os finalistas, porém os frutos mais importantes para a equipe, e também para mim, já foram colhidos: um intenso processo de aprendizado, que valeu muito para todos, tenho certeza!! Disciplinas como teoria de finanças, econometria, análise de demonstrações financeiras, macroeconomia, organização industrial, entre outras, foram integradas e seu conhecimento aprofundado pela necessidade prática de avaliar uma empresa real de capital aberto. O mentor do time, atribuído pelo CFA Brasil, um analista certificado atuante no mercado, também teve uma contribuição primordial para esse processo!

Quero, por isso, já parabenizar o time composto por Gabriel, Lucas e José Guilherme (do curso de Economia e Controladoria) e Pedro e Filipe (do curso de Economia) pela dedicação, garra e seriedade com que realizaram o trabalho: foi um belo trabalho em equipe!!

.